Faleceu uma das vítimas de acidente em Neves-Corvo

Faleceu uma das vítimas

Faleceu este sábado, 27 de Junho, de tarde, um dos dois jovens que na sexta-feira sofreram um acidente quando trabalhavam nas minas de Neves-Corvo (Castro Verde), apurou o “CA” junto de fonte oficial da Lundin Mining.
Tiago Gonçalves, de 27 anos e natural da zona de Coimbra, tinha sido transportado no helicóptero do INEM directamente das minas para o Hospital de Santa Maria, acabando por não resistir à gravidade dos ferimentos.
“A Lundin Mining [empresa proprietária da Somincor, concessionária das minas de Neves-Corvo] está chocada com o sucedido e solidária com a família enlutada”, diz ao “CA” fonte oficial da empresa.
Quanto ao outro jovem, encontra-se estabilizado apesar dos ferimentos, tendo já sido transportado do hospital de Beja para um hospital na sua área de residência, também na zona de Coimbra.
Os dois jovens acidentados eram trabalhadores da Motrinde, uma empresa que trabalha como sub-empreiteira em Neves-Corvo.
O acidente ocorreu cerca das 8h00 de sexta-feira, 26, na lavaria do zinco, numa altura em que os dois jovens estavam a realizar trabalhos em altura.
A plataforma elevatória onde trabalhavam ter-se-á virado, acabando os trabalhadores por serem projectados para o chão. Ambos estavam seguros por arneses, mas o facto de estarem a trabalhar a uma altura que não era muito elevada fez com que esta medida se segurança não tivesse efeito.
Os dois trabalhadores foram prontamente assistidos no local pela equipa de socorro da Somincor e pelo INEM.
A máquina em que se deu o acidente era alugada pela Motrinde, que está já apurar o sucedido, tal como a Autoridade para as Condições do Trabalho.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

OP de Odemira com 51 propostas em 2021

Um total de 51 propostas de investimento público foram apresentadas pela população do concelho de Odemira no âmbito do processo do “Orçamento Participativo” (OP) de

Role para cima