Estudantes de Beja e Serpa “embaixadores” da Dinamarca

Estudantes de Beja e Serpa

Três estudantes baixo-alentejanos, um de Beja e dois de Serpa, foram nomeados pelo Ministério da Educação da Dinamarca para serem “jovens embaixadores” daquele país.
O bejense João Guerreiro e os serpenses Carlos Graça e Miguel Oliveira estudam naquele país nórdico e foram selecionados no âmbito do programa “Jovens Embaixadores”, que já engloba perto de 350 estudantes internacionais a estudar no ensino superior dinamarquês e que visa divulgar a Dinamarca como país para estudar, viver e trabalhar.
“Nesta economia global dos nossos tempos, a mobilidade de jovens talentos intensifica o intercâmbio cultural, a inovação e as exportações. Trabalhando muito perto com os nossos ‘jovens embaixadores’, tentamos fazer a ponte entre a Dinamarca e os respectivos países de origem dos nossos embaixadores através da sua genuinidade e experiência, que até ao momento tem mostrado resultados bastante positivos”, explica ao “CA” o ministro da Educação dinamarquês, Morten Østergaard.
João Guerreiro nasceu há 28 anos em Beja e é estudante na Aalborg University – Campus de Copenhaga, onde estuda Gestão Global – Inovação e Gestão de Operações.
No seu currículo conta uma licenciatura em Gestão pela Universidade Técnica de Lisboa e uma experiência de cinco anos nas áreas de análise financeira e internacionalização em países como Moçambique ou Espanha.
Também os serpenses Carlos Graça e Miguel Oliveira estudam na Aalborg University: o primeiro (que repete a nomeação para “jovem embaixador”) tem 33 anos e está no curso de Engenharia Civil, enquanto que o segundo tem 24 anos e frequenta um programa de mestrado em Cultura, Comunicação e Globalização.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima