Escolas de Rio de Moinhos e de Penilhos continuam a funcionar

Educação - sala de aulas
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

As escolas básicas (EB) do primeiro ciclo de Rio de Moinhos (Aljustrel) e de Penilhos (Mértola) vão continuar abertas em 2022-2023, apesar de estarem na lista dos 43 estabelecimentos a que o Ministério da Educação deu, no ano passado, uma “autorização excecional de funcionamento” até ao final do último ano letivo, no âmbito da reorganização da rede escolar.

No caso da EB de Rio de Moinhos, o estabelecimento está classificado “como um pólo do Centro Escolar Vipasca” e “já recebeu, inclusive, autorização do Ministério da Educação para continuar a ao serviço da população da freguesia”, tendo “inscritos 24 alunos”, revela ao “CA” a vereadora Paula Lampreia.

“Foi uma situação que o Município de Aljustrel quis, desde a primeira hora, acautelar e assegurar e solicitou, atempadamente, esta autorização excecional”, acrescentou a responsável pelo pelouro da Educação na Câmara de Aljustrel

O mesmo sucede em Penilhos, onde a EB irá continuar a funcionar” em 2022-2023 com 18 crianças, “sete no pré-escolar e 11 no primeiro ciclo”, afiança o presidente da Câmara de Mértola”.

“É fundamental que assim continue”, pois neste meios do interior, “como o concelho de Mértola, manter uma escola aberta implica várias questões sociais para além da resposta escolar”, diz Mário Tomé.

O autarca sublinha ainda que ter a escola primária em funcionamento em Penilhos significa manter “os risos” e as “brincadeiras numa aldeia altamente envelhecida e que necessita de manter estas valências em funcionamento para apaziguar a desertificação e manter esta valência altamente valorizada para a fixação de pessoas, mais concretamente de casais com filhos”.

Opinião

Carlos Pinto

23 de Setembro, 2022

Uma Vergonha para o Estado

Napoleão Mira

23 de Setembro, 2022

A Felicidade

Carlos Pinto

9 de Setembro, 2022

Mina tem futuro

Vitor Encarnação

9 de Setembro, 2022

Setembro

António José Brito

6 de Setembro, 2022

Os desafios de Castro Verde

José Francisco Encarnação

5 de Setembro, 2022

À cerca de… realidades.

Anterior
Seguinte

EM DESTAQUE

ULTIMA HORA

Role para cima