Enfermeiros fazem greve no Baixo Alentejo

Enfermeiros fazem

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses promove esta sexta-feira, 9 de Setembro, uma greve na Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) nos turnos da manhã e da tarde.
De acordo com fonte sindical, a paralisação tem por base “a discriminação negativa” por parte do Ministério da Saúde e do conselho de administração da ULSBA relativamente a estes profissionais, mantendo as 40 horas semanais de trabalho aos enfermeiros com contrato individual de trabalho.
A acumulação de trabalho além das 140 ou 160 horas, que deveriam ser pagas como extraordinárias, os feriados acumulados, a sobrecarga por falta de enfermeiros e a pouca disponibilidade para a sua contratação são outras das razões da greve na ULSBA.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima