Encontro de Música e Tradição “anima” centro histórico de Évora

Encontro de Música e Tradição

Espectáculos, ‘workshops’ e animação de rua compõem a terceira edição do Encontro de Música e Tradição de Évora "Raízes do Som", que vai "animar", entre esta quinta-feira e domingo, dias 3 a 6, o centro histórico da cidade.
Organizada pela Sociedade Operária de Instrução e Recreio (SOIR) Joaquim António d’Aguiar e pela associação Lua aos Quadradinhos, a iniciativa, cuja maioria das actividades vai decorrer em Évora, inclui uma pequena extensão à cidade de Beja.
Segundo os promotores, o evento resulta da "necessidade de reflectir sobre o património cultural" e procura "contribuir para o conhecimento e salvaguarda da cultura de transmissão oral e das raízes das tradições rurais".
O festival abre esta quinta-feira, às 18h30, com uma actuação das Vozes do Imaginário, nas instalações da delegação de Évora da Fundação INATEL, estando previsto para as 22h00, no mesmo local, o espectáculo "Rondó da Carpideira".
Na sexta-feira, 4, às 22h00, é apresentado o espectáculo "Roncos do Diabo", na Praça do Giraldo, em Évora.
O encontro prossegue, no sábado, 5, de manhã, na delegação de Évora da Fundação INATEL, com uma oficina de cante alentejano e, à tarde, com uma arruada de cante alentejano com os Cantares de Évora e os grupos corais do Sindicato dos Mineiros de Aljustrel e o dos Ganhões de Castro Verde.
À noite, a Praça do Sertório, recebe um concerto de Celina da Piedade, seguindo-se, na sede da SOIR Joaquim António d’Aguiar, o espectáculo "Omiri".
Uma oficina de percussão e uma arruada, em Évora, são as iniciativas que encerram no domingo o festival.
A extensão do festival em Beja prevê a apresentação dos espectáculos "Os alentejanos" e "Omiri", na quinta e na sexta-feira, dias 3 e 4, respectivamente, no espaço "Os Infantes".

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima