Elvas comemora 500 anos de elevação a cidade

Elvas comemora 500

A Câmara de Elvas vai assinalar a partir desta quinta-feira, 18, os 500 anos de elevação a cidade e a classificação como Património Mundial com conferências, exposições e espectáculos musicais.
As comemorações arrancam na sala polivalente da Biblioteca Municipal de Elvas, com uma conferência subordinada ao tema “Da vila à cidade de Elvas, um percurso histórico”, com a participação de Arlindo Sena.
No mesmo dia, em que se assinala o Dia Internacional do Monumentos e Sítios, o Museu de Arte Contemporânea de Elvas (MACE) “visita” a cidade com uma mostra de várias obras pertencentes ao coleccionador António Cachola, distribuídas pelo castelo, Forte de Santa Luzia e Torre Fernandina.
As exposições, englobadas também nas comemorações da classificação da cidade como Património Mundial, na categoria de bens culturais, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), vão estar patentes ao público até ao dia 31 de Agosto.
No domingo, 21 de Abril, as cerimónias prosseguem no cine-teatro de Elvas, destacando-se uma sessão solene evocativa da efeméride, com homenagem às entidades que foram “decisivas” no processo de classificação de Elvas como Património Mundial.
No decorrer da sessão solene, vai ainda ser apresentado um apontamento sobre a “Elevação de Elvas a cidade em 1513”, através do historiador Jorge Fonseca, e um momento cultural com a actuação da Academia de Música de Elvas.
No mesmo dia, vai realizar-se na Sé Catedral de Elvas, pelas 18h00, um concerto denominado “Missa de Santa Teresa”, de Joseph Haydn, pelo Coro e Orquestra da Universidade de Évora.
O dia termina com um concerto com a fadista Carminho, pelas 22h00, no Coliseu José Rondão de Almeida.
Ao longo dos próximos meses, o município quer desenvolver diferentes iniciativas para assinalar a classificação como Património Mundial e os 500 anos de elevação a cidade.
Por outro lado, o Município também quer assinalar o facto de o Presidente da República ter designado este ano a cidade de Elvas para sede das comemorações oficiais do 10 de Junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.
A classificação da fortificação de Elvas como Património da Humanidade, na categoria de bens culturais, ocorreu em Junho de 2012, no decorrer da 36.ª sessão do Comité do Património Mundial da Unesco.
O conjunto de fortificações de Elvas, cuja fundação remonta ao reinado de D. Sancho II, é o maior do mundo na tipologia de fortificações abaluartadas terrestres, possuindo um perímetro de oito a dez quilómetros e uma área de 300 hectares.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima