Eleição do novo reitor da Universidade de Évora adiada

Eleição do novo reitor da

A eleição do reitor da Universidade de Évora (UÉ) foi adiada na sexta-feira, 31, depois de nenhum dos quatro candidatos ter obtido a maioria absoluta.
Carlos Braumann, Ana Maria Freitas, Carlos Marques e Manuel Collares-Pereira foram os candidatos ao ato eleitoral, mas a votação dos 24 membros do Conselho Geral (são 25, mas faltou um) não foi conclusiva.
“Apesar da excelência das quatro candidaturas apresentadas, nenhuma delas obteve a maioria absoluta dos votos expressos pelos membros do Conselho Geral”, como exige o regulamento eleitoral, revela este órgão da academia em comunicado.
Perante estes resultados, ao abrigo do regulamento, o plenário do Conselho Geral reuniu durante a tarde para, “de imediato, dar início a um novo processo eleitoral e designar a comissão eleitoral”.
Esta mesma comissão, aprovada por unanimidade, decidiu submeter a votação do Conselho Geral, na reunião agendada para a próxima sexta-feira, 7, o regulamento, o calendário eleitoral e o edital de abertura do novo processo de candidaturas ao cargo de reitor.
Carlos Braumann, o actual reitor da UÉ, de 62 anos, é docente da área de Matemática e está a cumprir o primeiro mandato.
Já Ana Maria Ferreira Silva Costa Freitas, de 59 anos, é professora do departamento de Fitotecnia e, entre 2006 e 2010, foi vice-reitora da universidade.
Carlos Marques, de 56 anos, já desempenhou igualmente as funções de vice-reitor da UÉ, entre 2006 e 2008, e é professor do departamento de Gestão.
Manuel Collares-Pereira, de 62 anos, da área da Física, é investigador e titular da cátedra em Energias Renováveis, criada pela academia alentejana.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima