Drones para detecção de incêndios na Base Aérea de Beja

Drones para detecção de
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Base Aérea (BA) 11, em Beja, é um dos locais onde a Força Aérea Portuguesa (FAP) vai instalar um dos 12 recém-adquiridos sistemas de aeronaves não tripuladas para reforçar a capacidade de vigilância aérea e detecção de fogos.
“Nesta fase, a vigilância com recurso a este tipo de aparelhos já cobre as regiões Norte, Centro e Sul do país, através de três bases de operação, tendo sido já realizadas cerca de 100 horas de voo”, adianta a FAP em comunicado enviado ao “CA”.
De acordo com a mesma fonte, serão implementadas “três bases de operação” no país, “através da ligação em rede e partilha de imagem em tempo real, permitindo desta forma maior celeridade na análise e resposta por parte das entidades no terreno”.
“Para este efeito, a FAP desenvolveu e implementou uma plataforma de gestão de informação operacional (Portuguese Sky Sentinel System-PS3), que está disponível às entidades beneficiárias do produto operacional”.
No caso concreto da BA 11, a operação “teve início a 27 de Agosto, garantindo dessa forma a capacidade para cobertura da zona Sul de Portugal”, acrescenta a FAP.

Opinião

Carlos Pinto

22 de Janeiro, 2021

O Nosso pior pesadelo!

Napoleão Mira

22 de Janeiro, 2021

Ditadura das pessoas de bem

Carlos Pinto

8 de Janeiro, 2021

Entrar em 2021 de “pé esquerdo”

Vítor Encarnação

8 de Janeiro, 2021

Casa do Alentejo

Carlos Pinto

18 de Dezembro, 2020

Pessimismo ou optimismo?

Napoleão Mira

18 de Dezembro, 2020

Um conto de Natal quase verdadeiro

Anterior
Seguinte

EM DESTAQUE

ULTIMA HORA

Role para cima