Desassoreamento do rio Guadiana deve avançar em 2014

Desassoreamento do rio Guadiana deve avançar em 2014

O desassoreamento do Rio Guadiana, previsto há vários anos, deverá avançar até 2014, constituindo-se como uma "peça-chave" para combater as assimetrias nas regiões do Alentejo, Algarve e Andaluzia (Espanha), revelou esta terça-feira, 4, o presidente da euro-região.
"Nestas zonas transfronteiriças, tem havido uma assimetria muito grande com o litoral", sendo o Rio Guadiana "a peça-chave para combater as assimetrias", defendeu o presidente da Euro-região Alentejo-Algarve-Andaluzia (EuroAAA), David Santos.
O responsável falava aos jornalistas à margem das terceiras "Andalusíadas", que decorreram no auditório da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, em Évora.
Organizada anualmente pela EuroAAA, a iniciativa, este ano subordinada ao tema "As pontes que nos unem ao futuro", visa promover a euro-região e apresentar e debater ideias de interesse comum.
Referindo-se ao Plano Estratégico de Acção para a Cooperação Transfronteiriça da EuroAAA (PACT-A3), o presidente da euro-região destacou o desassoreamento do rio Guadiana como um dos projectos mais "emblemáticos" do documento.
Um boletim cultural na Internet, a criação já em Janeiro de uma euro-cidade, envolvendo os municípios de Vila Real de Santo António e Ayamonte (Espanha), e o lançamento de um livro de receitas gastronómicas das três regiões são outros dos projectos.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima