Deputado do PCP fez balanço do ano legislativo

Deputado do PCP fez

O deputado do PCP eleito por Beja considera que os comunistas continuaram a ser, a nível distrital, a força política com mais intervenção na segunda sessão legislativa da presente legislatura, que terminou no mês de Julho.
No balanço apresentado esta segunda-feira, 31, em Beja, João Ramos sublinhou que na segunda sessão legislativa “contnuou a ser pela voz do PCP que mais problemas e propostas de solução de questões do distrito de Beja chegaram à Assembleia da República”.
Nesse capítulo, o deputado do PCP lembrou as propostas apresentadas sobre a ligação rodoviária interrompida entre o Pomarão e El Granado, sobre a compatibilização da Rede Natura com a actividade económica e o desenvolvimento rural ou sobre a revisão dos instrumentos de gestão do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, “todas elas aprovadas”.
Ainda assim, João Ramos considerou que a última sessão legislativa ficou também marcada “pela ausência de avanços em projectos importantes para o distrito”.
“Avançou o IP2, ainda que com problemas de segurança em alguns troços, há o anúncio do Governo de perspectivas positivas para o alargamento do regadio de Alqueva, mas continuam impasses importantes no IP8, na rede de estradas nacionais e respectivas pontes, na ligação ferroviária, no arranque do projecto do aeroporto, com o Governo a arrastar o desenvolvimento de projectos, na requalificação de edifícios escolares altamente necessitados, e no pagamento atempado a escolas profissionais e entidades parceiras da educação”, disse.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima