Deputada do PSD alerta para IPSSs em dificuldade

Deputada do PSD alerta

A deputada do PSD eleita por Beja está preocupada com as instituições de solidariedade social (IPSSs) do distrito que enfrentam “uma enorme instabilidade financeira”.
Este quadro levou mesmo Nilza de Sena a questionar o ministro da Segurança Social, Vieira da Silva, sobre se o Governo “pretende recapitalizar estas instituições” e, em caso afirmativo, “qual o calendário previsível da sua implementação legislativa”.
Em causa está, segunda a eleita social-democrata, o facto de muitas IPSSs passarem “por uma enorme instabilidade financeira uma vez que o número de famílias que a elas acorrem em busca dos mais variados apoios não se compara com os apoios recebidos, o que numa população envelhecida e economicamente frágil é francamente insuficiente”.
Nilza de Sena identifica mesmo no distrito um total de 16 instituições com dificuldades de sustentabilidade financeira, nomeadamente o Centro Social e Cultural e Recreativo do Bairro da Esperança (Beja), Centro de Apoio Social do Concelho de Beja (Beringel), apoio domiciliário de Beringel e Albernoa e Fundação Joaquim Honório Raposo (Salvada), todas no concelho de Beja
O Centro Social e Paroquial de Odivelas, Associação Futuro de Garvão, Associação Sobralense de Apoio a Idosos (Sobral da Adiça), Centro Paroquial e Social de Santo Aleixo da Restauração, Casa da Divina Providência de Maria Auxiliadora de Safara, Associação de Apoio Social da Póvoa de São Miguel, Fundação Joaquim António Franco e Seus Pais (Casével) e Flor do Enxoé – Associação de Solidariedade Social de Vale de Vargo são outras das IPSSs em dificuldade.
No Litoral Alentejano, a deputada do PSD identifica ainda problemas na Associação de Solidariedade Social Nossa Senhora do Mar (Zambujeira do Mar), Casa do Povo de São Martinho das Amoreiras, Casa do Povo de Relíquias e Santa Casa da Misericórdia de Odemira.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima