Cultura do Mediterrâneo "enche" Castro

Cultura do

O concerto de Dino D’Santiago, cante alentejano, artes plásticas e circo são alguns dos destaques da passagem da 27ª edição do festival “Sete Sóis Sete Luas” por Castro Verde, agendada para este fim-de-semana, 6 a 8 de Setembro.
A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal em parceria com a rede do festival, visa dar a conhecer “as diferentes formas de expressão cultural do Mediterrâneo e do mundo lusófono”, com diversos espectáculos no anfiteatro municipal e na zona junto à Igreja dos Remédios.
O festival começa às 18h00 desta sexta-feira, 6, com a Banda Filarmónica 1º de Janeiro, de Castro Verde, a actuar junto à Igreja dos Remédios, seguindo-se o Grupo Coral “Os Cardadores” da Sete (18h30).
Às 19h30 tem lugar a performance “Todos a Ler”, integrada no Mês da Alfabetização e Literacias, e de noite o anfiteatro municipal recebe o espectáculo de Mimmo Epifani & The Barbers, de Itália (21h30).
No sábado, 7, é inaugurada no Posto de Turismo de Castro Verde, pelas 17h00, a exposição de artes plásticas “meus aCORdes”, da cabo-verdiana Tutu Sousa (Cabo Verde), a que se segue a actuação do grupo “Cantares do Sul” (18h00) e o espectáculo de acrobacias do espanhol Yldor Llach (19h00) junto à Igreja dos Remédios. Às 21h30 há mais música, no anfiteatro municipal, com a Orkestra Popular Des 7Luas.
A passagem do “Sete Sóis Sete Luas” por Castro Verde termina no domingo, 8, dia em que pelas 18h00 há música e circo junto à Igreja dos Remédios com os portugueses Irmãos Esferovite. E a fechar a festa, pelas 19h00, o anfiteatro municipal recebe o espectáculo de Dino D’Santiago, uma das grandes vozes do momento em Portugal.
Paralelamente à programação musical, irá funcionar todos os dias do festival, a partir das 17h00, um mercadinho de produtos tradicionais e de artesanato, assim como um espaço de petiscos.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima