Cuidadores com mais apoio no concelho de Odemira

Cuidadores com mais apoio

Permitir o atendimento e o acompanhamento psicológico e social dos cuidadores formais e informais do concelho de Odemira é a grande meta do projecto “Cui(Dar) +”, da TAIPA – Organização Cooperativa para o Desenvolvimento Integrado do Concelho de Odemira. A iniciativa, candidatada ao programa “Portugal Inovação Social”, arrancou neste mês de Novembro e vai permitir a criação de um Gabinete de Apoio a Cuidador Formal e Informal (GACFI).
Financiado a 70% pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (PO ISE) e comparticipado a 30% pelo Município de Odemira, enquanto investidor social, o projecto “Cui(Dar) +” tem o seu término previsto para 31 de Dezembro de 2020 e irá dar, segundo a TAIPA, resposta a uma necessidade há muito sentida no território através da criação do GACFI. “Há cada vez mais cuidadores, que não têm ainda serviços que deem resposta ou apoio a todas as necessidades que vão tendo”, explica Teresa Barradas, da TAIPA, ao “CA”.
Foi esta realidade, ainda mais sendo Odemira um concelho marcado pelo envelhecimento da população, que levou a TAIPA a avançar com o projecto do GACFI. A nova resposta será centrada em três níveis de bem-estar (psicológico, social e físico), no sentido de facilitar e orientar os cuidadores no acesso aos seus direitos e outras questões burocráticas, no acesso a serviços e estruturas que promovam melhorias na sua qualidade de vida, e na prestação dos cuidados.
No âmbito do GACFI serão ainda promovidos workshops e acções de sensibilização para os cuidadores e para a população. E está prevista a criação do cartão “Cuidar +”, que dará acesso a descontos directos na aquisição serviços ou produtos na área dos cuidados de saúde e bem-estar físico e mental, através de parcerias com o comércio local.
Será igualmente criado um portal na Internet que, além de conter toda a informação do projecto, possibilitará o acesso aos serviços e apoios que o mesmo disponibiliza.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima