CP não renova comboios que ligam Beja a Casa Branca

CP não renova comboios

A CP não prevê a substituição ou melhoria a curto ou médio prazo dos comboios que fazem a ligação ferroviária entre Beja e Casa Branca, revela a Concelhia de Beja do PS.
Na resposta à carta entregue em Março à administração da empresa pelos socialistas bejenses, com a data de 15 de Maio, a CP afiança não existirem “condições a curto e a médio prazo para substituir ou melhorar o material circulante que liga Beja a Casa Branca e vice-versa”, reiterando apenas a vontade de “tentar melhorar as condições de climatização das composições”.
Trata-se de uma promessa “que Verão após Verão se renova, mas que teima em não ser efectivamente solucionada”, sublinha o PS de Beja em comunicado enviado ao “CA”, congratulando-se apenas com o compromisso assumido pela CP de manter o número de composições diárias que circulam entre Beja e Lisboa e de agendar uma reunião com entidades regionais para serem criadas parcerias que valorizem e potenciem as viagens de comboio para Beja.
Para os socialistas, as respostas da CP – juntamente com a garantia por parte da REFER que a electrificação da linha para Beja só avançará depois de 2020 – revelam, na prática, “que não há aposta ferroviária para o interior do país”.
Por oposição, investem-se “mais de 420 milhões de euros nos eixos de passageiros Lisboa-Porto, já excelentemente servido com as composições Alfa Pendular, e na linha do Algarve”, conclui em tom crítico o PS de Beja.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima