Conservatório Regional do Baixo Alentejo não corre risco de encerramento

Conservatório Regional do Baixo Alentejo não corre risco de encerramento

O risco de fechar portas está afastado do horizonte do Conservatório Regional do Baixo Alentejo (CRBA), garante o presidente do conselho executivo da instituição.
“O CRBA depende [do financiamento] do Ministério da Educação numa pequena parte, depende dos fundos comunitários através do POPH – Programa Operacional do Potencial Humano e também da contribuição dos seus associados. A percentagem maior é efectivamente o POPH e nós nunca podemos dizer nunca, mas neste momento o risco de poder fechar está afastado”, afiança José Filipe Guerreiro.
O possível encerramento do CRBA chegou a ser comentado em alguns círculos no início deste ano, quando a instituição tinha ordenados aos funcionários em atraso, situação que foi corrigida na última Primavera.
“Estivemos com salários em atraso até ao mês de Março, mas em Abril conseguimos regularizar toda essa situação. Desde então as coisas têm estado em dia”, adianta José Filipe Guerreiro.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima