Concelhia de Beja do PS: Luís Cacito apresenta recurso depois de indeferimento do pedido de impugnação das eleições

Concelhia de Beja do PS: Luís Cacito apresenta recurso depois de indeferimento do pedido de impugnação das eleições

Está para durar o “folhetim” em redor das eleições para a Concelhia de Beja do PS!
Esta terça-feira, 5, o Secretariado da Federação do Baixo Alentejo dos socialistas decidiu indeferir o pedido de impugnação do acto eleitoral apresentado pela lista B, mas o seu cabeça-de-lista, Luís Cacito, pretende “continuar com a sua ‘luta’ em prol da construção de um melhor PS em Beja”.
Nesse sentido, o candidato derrotado garantiu ao “CA” que vai apresentar recurso da decisão à Comissão Federativa de Jurisdição e, se necessário, à Comissão Nacional de Jurisdição do PS.
Ainda que reconheça razão a parte dos argumentos invocados pela decisão do Secretariado, Luís Cacito sustenta o seu recurso no facto da lista encabeçada por António Mourão, que venceu com 74 votos contra 58, integrar um “determinado militante” que “declarou formalmente que tinha sido pressionado psicologicamente para assinar a declaração” em nome dessa lista, ainda que não pretendesse “integrar a lista A”.
Ao mesmo tempo, Cacito alega que Mourão “agiu de má-fé” consigo, ao integrar na sua lista o “histórico” Hernâni Dias, que já teria “aceite apoiar e integrar a lista B”.
“Não podemos pura e simplesmente fechar os olhos ou assobiar para o lado quando nos defrontamos com condutas erradas e que ferem gravemente a ética no partido e o tornam num ambiente de desrespeito pelo próximo – o camarada. Se o fizermos não estaremos a ser socialistas, uma vez que a boa conduta e ética está (deveria estar) no nosso código genético. Certamente que eu também erro, não sou perfeito, mas gostaria que me chamassem a atenção quando tal acontecesse, para poder melhorar”, acrescenta Luís Cacito.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima