Câmara de Serpa inaugura Casa do Cante Alentejano

Câmara de Serpa inaugura Casa do Cante Alentejano

A Casa do Cante abre este sábado, 21, em Serpa, após um investimento de 639 mil euros, para dignificar e salvaguardar o cante alentejano enquanto património cultural e imaterial, adiantou à Agência Lusa a Câmara de Serpa.
Segundo a autarquia, a Casa do Cante tem a "missão" de "criar e implementar um plano de salvaguarda para a polifonia tradicional", uma responsabilidade decorrente da candidatura do Cante Alentejano a Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO.
A Casa do Cante "resulta da vontade" da Câmara de Serpa de "contribuir para a dignificação" do Cante Alentejano e de "dotar" o Alentejo com equipamentos que contribuam para tornar a região numa "referência internacional nas indústrias culturais", em particular as associadas à música, explica Município
A partir da Casa do Cante, um "pólo cultural" situado no centro histórico de Serpa, serão desenvolvidas acções nos campos da pesquisa histórica, antropológica e musical, exposições temporárias e actividades de animação e formação para vários públicos.
A Casa do Cante, que resulta da requalificação de um edifício antigo, inclui um centro de documentação, uma galeria de exposições temporárias, um auditório e uma cafetaria e uma loja, onde os visitantes podem degustar e adquirir produtos regionais.
A criação da Casa do Cante foi financiada em quase 471 mil euros por fundos comunitários, sendo a verba restante assegurada pela Câmara de Serpa.
Para enriquecer o projecto, o Município já realizou protocolos de cooperação com várias entidades, como a Direcção Regional de Cultura do Alentejo, a Confraria do Cante, a Biblioteca Nacional e a Universidade Nova de Lisboa.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima