Câmara de Odemira melhorou eficiência financeira durante o ano de 2010

Câmara de Odemira melhorou eficiência financeira durante o ano de 2010

Contenção, rigor e optimização dos recursos disponíveis – foi esta a “receita” que permitiu à Câmara de Odemira passar da 62ª para a 19ª posição no ranking global das autarquias de média dimensão em termos de eficiência financeira no “Anuário Financeiro dos Municípios 2010”, divulgado na passada semana pela Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas (OTOC).
A análise financeira às contas da Câmara de Odemira em 2010 traduz “o trabalho de consolidação das contas do Município, fruto de uma atitude de contenção e rigor se vem praticando em Odemira”, revela ao “CA” o presidente da edilidade odemirense, sem esconder a sua “satisfação” pelos resultados obtidos.
De acordo com José Alberto Guerreiro <b><i>[na foto]</i></b>, a boa nota que Odemira recebeu relativamente a 2010 deveu-se ao facto de no ano anterior existirem “alguns milhões de euros de investimentos já realizados e cujas candidaturas ao QREN estavam atrasadas”.
A isto juntou-se a “aplicação de um rigoroso plano municipal de redução da despesa”, a “reorganização interna dos serviços” e a “implementação de diversas medidas de modernização administrativa”, que “contribuíram para um aumento de eficácia interna e consequente optimização dos recursos disponíveis”.

<b>MAIS INFORMAÇÃO NA EDIÇÃO DE 9 DE MARÇO DO "CORREIO ALENTEJO", AMANHÃ NAS BANCAS</b>

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima