Câmara de Ferreira do Alentejo apreensiva com paragem nas obras da A26

Câmara de Ferreira do Alentejo apreensiva com paragem nas obras da A26

A Câmara de Ferreira do Alentejo mostrou-se esta terça-feira, 8, "bastante apreensiva e preocupada" com a alegada suspensão da construção da Auto-estrada 26 (A26), entre Sines e Beja, defendendo que as obras "não podem, nem devem ser suspensas".
Em comunicado, a autarquia liderada pelo socialista Aníbal Reis Costa alude a "notícias, vindas a público, sobre a suspensão das obras" de construção da A26, que passa pelo concelho de Ferreira do Alentejo e está incluída na concessão rodoviária Baixo Alentejo, cujo concessionário é o consórcio Estradas da Planície.
"As obras, que se encontravam a decorrer a bom ritmo, não podem nem devem ser suspensas, sob pena de o investimento que já foi, até agora, realizado, possa ser desperdiçado, com tudo o que isso significa de má utilização dos recursos públicos e de impasse na criação de condições de desenvolvimento" para o Baixo Alentejo, refere o Município.
Segundo a autarquia, a A26, a par do empreendimento de Alqueva e do aeroporto de Beja, "constitui um investimento público de grande valia, que dará maior esperança e dinâmica" à região.
"Perante as indefinições que pairam sobre os três pilares de desenvolvimento, essenciais para o futuro do Baixo Alentejo", a autarquia "apela ao bom senso do Governo para que se clarifiquem as opções tomadas e que, de forma natural, se incremente a sua concretização".

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima