Câmara de Castro Verde e Lar Frei Manoel das Entradas assinam protocolo

Câmara de Castro Verde e Lar Frei Manoel das Entradas assinam protocolo

É um sonho cada vez mais perto de se tornar realidade!
A Câmara de Castro Verde e o Lar Frei Manoel das Entradas estabeleceram esta terça-feira, 4, à noite, um acordo de colaboração visando a construção de um lar da terceira idade naquela freguesia do concelho.
Um momento histórico que juntou perto de 70 entradenses na sede da Junta de Freguesia, onde os presidentes da autarquia e da instituição particular de solidariedade social (IPSS), Francisco Duarte e Maria Lucília Costa, respectivamente, assinaram o acordo entre ambas as partes.
O protocolo entre a Câmara de Castro Verde e o Lar Frei Manoel das Entradas surge no âmbito da “necessidade existente” no concelho “no que respeita a uma cobertura uniforme ao nível da distribuição da valência de internamento de idosos”.
Nesse sentido, a edilidade vai conceder à instituição um apoio financeiro para construção de um lar da terceira idade na vila.
O projecto está avaliado em cerca de 1,6 milhões de euros e tem a sua candidatura ao InAlentejo – Programa Operacional do Alentejo 2007-2013 aprovada, o que representa, para já, um financiamento, a fundo perdido, de 70% desse montante.
No entanto, o apoio vindo da União Europeia através do QREN – Quadro de Referência Estratégico Nacional pode mesmo chegar até 85% do valor total da obra.
Por seu lado, a Câmara Municipal de Castro Verde – que elaborou o projecto e cedeu o terreno no loteamento onde será instalado o futuro equipamento social – vai atribuir ao Lar Frei Manoel das Entradas, no âmbito do protocolo agora estabelecido, um subsídio até 400 mil euros.
O acordo de colaboração entre ambas as partes terá os mesmos princípios orientadores dos protocolos que a autarquia já celebrou com outras IPSS’s do concelho, nomeadamente o Lar Jacinto Faleiro (Castro Verde) ou a Fundação Joaquim António Franco e Seus Pais (Casével).
“Esta verba representa cerca de 80% do valor da contrapartida nacional inscrita na candidatura ao InAlentejo para a construção do lar da terceira idade e deverá ser liquidado durante o período de realização da obra”, adianta ao “CA” fonte municipal.
A mesma fonte sublinha ainda que o protocolo agora assinado “vem reforçar os esforços desenvolvidos pelo Município, em parceria com as IPSS’s locais, em desenvolver um projecto sustentável de apoio social, participando de uma forma activa na criação e disponibilização de equipamentos de necessidade primária para utilização de idosos, nomeadamente de lares”.
Desejado há muitos anos pela população local, o futuro lar para a terceira idade de Entradas deverá ter capacidade para acolher até 39 utentes em regime de internamento e é considerado “vital” para o futuro da IPSS promotora do investimento.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima