CM Ourique reduz dívida em 1,2 milhões

CM Ourique

A dívida da Câmara de Ourique à banca e a fornecedores caiu mais de 1,2 milhões de euros em 2019, passando para um total de pouco mais de quatro milhões de euros. Os números surgem na prestação de contas da autarquia relativamente ao ano anterior, aprovada no início desta semana pela Assembleia Municipal.
De acordo com os resultados apresentados (e aprovados), em 2019 a Câmara de Ourique reduziu a sua dívida à banca e aos fornecedores em 1.257.353,16 euros, terminando o ano com um valor total de endividamento de 4.090.075 euros e um saldo orçamental de 50.649,58 euros.
“Estes resultados foram obtidos num quadro de concretização de um amplo conjunto de apoios sociais para as crianças, os jovens, as famílias e a população com maior experiência de vida, de valorização das marcas de identidade, das actividades associadas ao Mundo Rural e de sustentação de intervenções no território”, observa em comunicado enviado ao “CA” a autarquia liderada pelo socialista Marcelo Guerreiro.
No comunicado, a Câmara de Ourique afiança ainda que a redução da sua dívida “traduz-se numa reposição de uma maior capacidade de resposta perante os desafios presentes e um reforço do posicionamento do Município para aproveitar novas oportunidades de financiamento de projectos com recursos comunitários que possam contribuir para a melhoria da qualidade de vida, para a afirmação do Mundo Rural e para a sustentabilidade das interações entre as comunidades e o meio envolvente”.
A autarquia destaca ainda o facto de, “sem prescindir do rigor e sentido de equilíbrio na concretização de respostas municipais, na mobilização de vontades e recursos de outras entidades e na identificação de oportunidades de valorização das soluções, o Município de Ourique tem estado presente, respondido às pessoas e mantido um sentido de valorização do território rural como palco das vivências individuais e comunitárias”.
“O Município de Ourique tem procurado responder às necessidades e aos desafios da população e do território, através de um registo de rigor e de procura de equilíbrios que permitam corresponder positivamente a oportunidades que surjam, como aconteceu com o projecto de requalificação da Escola Básica 2,3/ Secundária de Ourique”, conclui o comunicado da autarquia ouriquense.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima