CM Odemira investe 595 mil euros nas estradas

CM Odemira investe

A Câmara de Odemira tem a decorrer várias obras de beneficiação da sua rede de estradas municipais, num investimento avaliado em quase 594 mil euros e que não conta com qualquer financiamento comunitário.
Fonte municipal adianta ao “CA” que no Caminho Municipal (CM) 1162-2, entre Luzianes-Gare e Corte Brique, o investimento está avaliado em 148.700 euros, valor ligeiramente acima do previsto para CM 1187, entre Corte Sevilha e Carapetos (147.781,95 euros).
Já a obra na Estrada Municipal (EM) 552, entre Portela da Fonte Santa e Viradouro, vai custar 149.903,75 euros, enquanto a intervenção na EM 532-3, entre Monte da Estrada e Relíquias, está avaliado em 147.206,95 euros.
Recorde-se que o concelho de Odemira tem 314 kms de estradas e caminhos municipais pavimentados, a que se juntam mais cerca de 200 kms de estradas nacionais. “A manutenção e beneficiação da rede rodoviária municipal acarretam grande esforço financeiro para a autarquia. Contudo, tem sido uma prioridade do Município o investimento nas infra-estruturas de comunicação, procurando melhorar as vias de comunicação existentes e criar novas vias de comunicação, que atenuem o isolamento das populações, que possibilitem um intercâmbio económico e social”, sustenta a Câmara Municipal em comunicado.
No mesmo documento, a autarquia manifesta também a sua “grande preocupação” com “o evidente estado de degradação em que se encontram as principais estradas nacionais que servem o território”, nomeadamente a EN 120 (na ligação Cercal do Alentejo/ São Luís/ Odemira/ São Teotónio/ Odeceixe), a EN 123 (ligação Ourique/ Santa Luzia/ Odemira) e a EN 266 (ligação São Martinho das Amoreiras/ Luzianes-Gare/ Santa Clara-a-Velha/ Sabóia/ Monchique).

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima