CIMBAL contra fecho de estações dos CTT

CIMBAL contra fecho de estações dos CTT

A Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) veio a público manifestar o seu “total desacordo” com o encerramento de estações dos CTT na região ou a sua transformação em postos de correio geridos por terceiros.
Na tomada de posição aprovada esta semana pelo conselho intermunicipal da CIMBAL, os autarcas manifestam “a sua total discordância” com a situação, lembrando que o “serviço público de correios configura uma necessidade primordial das populações, acentuada no Baixo Alentejo, marcado por uma baixa densidade demográfica, por cidadãos de baixa escolaridade e idade avançada”.
A CIMBAL observa que nos últimos tempos o serviço dos CTT no distrito de Beja “tem sofrido uma quebra significativa na sua qualidade”, sendo que em muitos concelhos a empresa promoveu “o encerramento da Estação de Correios, substituindo-a por um posto de correio, explorado por privados”.
“Esta opção veio ainda agravar o deficiente serviço que era prestado”, continua a CIMBAL, classificando esta medida como “estritamente economicista” e considerando que a mesma “coloca em causa as obrigações dos CTT” perante o Estado.
Por tudo isto, o conselho intermunicipal da CIMBAL reafirma “o seu total desacordo” com o sucedido, uma vez que tal coloca “em causa a prestação do serviço público universal aos cidadãos do Baixo Alentejo”.
A tomada de posição da CIMBAL será enviada à ANACOM e ao Governo.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima