Cimbal considera suspensão das obras do IP2 e IP8 "prejudicial para a região"

Cimbal considera suspensão das obras do IP2 e IP8 "prejudicial para a região"

O conselho executivo da Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (Cimbal) considera que a paragem das obras de construção da A26/ IP8 entre Beja e Sines e a requalificação do IP2 entre Castro Verde e Évora é "prejudicial para a região".
Numa deliberação aprovada na última reunião do conselho executivo, na sexta-feira, 22, a Cimbal exorta ao Governo um "esclarecimento sobre as suas reais intenções relativamente a esta matéria", sublinhando a necessidade do "prosseguimento urgente das obras" e entendendo "que qualquer alteração a efectuar no âmbito do traçado deve ter em conta a opinião das autarquias respectivas".
Ao mesmo tempo, a Cimbal reitera ser indispensável ter também "uma atitude de intervenção geral na requalificação da rede viária da região".

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima