Chuvas no mês de Setembro preocupam agricultores de Serpa

Chuvas no mês de Setembro

A Associação dos Agricultores do Concelho de Serpa (AACS) está preocupada com as consequências da chuva deste mês nas produções agrícolas, sobretudo de milho e azeitona.
Em comunicado enviado à Agência Lusa, a AACS refere que, para os produtores de milho, a chuva deste mês "vai acarretar imediatamente um atraso na colheita de duas a três semanas", considerando que deixaria de chover actualmente.
A chuva "vai também implicar um aumento directo dos custos de secagem do milho", que, associados aos "baixos preços" praticados actualmente, "pode significar a diferença entre o lucro e o prejuízo", indica.
Segundo a AACS, a chuva vai prejudicar também os produtores de gado, "porque a palha de milho não vai poder ser aproveitada como forragem para os animais".
"Os olivicultores também sofrem as consequências" da chuva, que, "associada a um eventual aumento da temperatura, faz temer um ataque superior ao normal da mosca, aumentando os prejuízos", alerta a AACS.
Por outro lado, os olivicultores "temem" que a aplicação de tratamentos tenha como consequência o atraso da apanha da azeitona para "cumprir intervalos de segurança".

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima