Cerro da Mangacha (Aljustrel) classificado como Sítio de Interesse Público

Cerro da Mangacha (Aljustrel) classificado como Sítio de Interesse Público

Dezoito anos depois do início do processo, o Cerro da Mangancha, em Aljustrel, foi classificado como Sítio de Interesse Público após a publicação em Diário da República da portaria 401/2011, revelou fonte oficial da Câmara Municipal mineira.
Segundo a mesma fonte, no Cerro da Mangancha situa-se um importante castro do período do bronze final (há cerca de 3.000 anos), característico do sudoeste da Península Ibérica, com uma população que praticaria já a mineração, muito possivelmente no filão de São João do Deserto, que vinha até à superfície e hoje está desaparecido.
Este sítio arqueológico foi já objecto de sondagens arqueológicas em 1969 e 1971, por parte do professor Claude Domergue e do engenheiro Rui Freire de Andrade, tendo sido então detectado um pequeno troço de muralha e diversos materiais cerâmicos dos períodos atrás referidos.
Actualmente, continua a mesma fonte, "encontra-se em fase de intervenção por parte do projecto Vipasca, que resulta de uma parceria entre o Município de Aljustrel e a Universidade de Huelva, aí trabalhando equipas internacionais de arqueólogos que irão continuar os estudos sobre a ocupação humana do local".

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima