Aljustrel: Centro de Acolhimento a Micro-empresas lotado

Aljustrel - CMAME

O Centro Municipal de Acolhimento a Micro-empresas (CMAME) de Aljustrel atingiu a sua capacidade máxima de lotação, depois da concessão, no final da passada semana, de mais duas oficinas, revelou a Câmara Municipal local.
De acordo com a autarquia, os contratos de arrendamento foram assinados com as empresas Cristal Frio e MR Reparações Electrónicas, tendo assim ficado preenchidas as sete oficinas existentes no CMAME.
Em comunicado, a Câmara de Aljustrel observa que tal evidencia “a boa dinâmica do Pólo Industrial de Aljustrel e do conjunto do tecido económico do concelho, que, em período de crise pandémica, revelam uma resiliência e um dinamismo que o Município assinala e enaltece”.
A autarquia recorda que o CMAME tem como principal objectivo “fomentar o aparecimento de novas empresas ou a relocalização de outras já existentes na área geográfica do concelho”, proporcionando a estas “condições técnicas e físicas para um desenvolvimento e crescimento sustentados, tendo em vista a criação de postos de trabalho locais”.
A mesma fonte acrescenta que o CMAME “tem ainda disponíveis para aluguer escritórios direccionados para actividades de serviços variados”.

Opinião

Carlos Pinto

24 de Junho, 2022

O silêncio é o pior inimigo

Vitor Encarnação

24 de Junho, 2022

Esperar

Napoleão Mira

9 de Junho, 2022

Viagem ao Japão (V)

Carlos Pinto

9 de Junho, 2022

Região segura

Margarida Duarte Patriarca

9 de Junho, 2022

Vamos falar do que nos dói?

Carlos Pinto

27 de Maio, 2022

Novo tempo no associativismo

Anterior
Seguinte

EM DESTAQUE

ULTIMA HORA

Role para cima