Cavaco Silva: Barragem de Alqueva é algo que "não está devidamente aproveitado"

Cavaco Silva: Barragem de Alqueva é algo que "não está devidamente aproveitado"

O candidato presidencial Cavaco Silva declarou esta sexta-feira, 7, que os portugueses devem ter saudades dos "bons tempos" em que Portugal era "um país credível e respeitado" e considerado um "bom aluno" na União Europeia.
Cavaco Silva falava em Beja, numa almoço onde juntou perto de 300 apoiantes, no NERBE, onde estiveram presentes várias figuras regionais do PSD e do CDS, partidos que declararam apoio ao actual Chefe de Estado.
"Portugal foi no passado, lembram-se bem, um país credível e respeitado. Alguns não gostaram aqui no nosso país que outros no estrangeiro nos elogiassem ao ponto de dizer: Portugal é um bom aluno. Bons tempos, bons tempos. Que saudades nós devemos ter desses tempos", disse.
Num discurso muito virado para a região, Cavaco Silva defendeu que é decisivo o próximo Presidente conhecer "as questões da União Europeia" e insistiu na ideia de que "este não é o tempo de aventuras" nem "de fazer experiências na Presidência da República".
O actual Presidente da República disse sentir "uma imensa tristeza" por verificar que a barragem de Alqueva é algo que "não está devidamente aproveitado" e recebeu aplausos quando deixou esta crítica: "Durante anos responsáveis máximos ao nível político pela nossa agricultura ignoraram os nossos agricultores. É altura de o dizer".
Antes, questionado pelos jornalistas, Cavaco Silva reiterou que não voltará a falar "sobre os ataques pessoais sobre o BPN", dizendo ter aberto uma excepção esta manhã "porque tinha um compromisso há muito tempo" de participar no fórum da TSF.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima