Carlos Moedas nomeado secretário de Estado adjunto de Passos Coelho

Carlos Moedas nomeado secretário de Estado adjunto de Passos Coelho

Tal como muitos previam, o bejense Carlos Moedas, eleito deputado pelo PSD em Beja nas legislativas de 5 de Junho, vai mesmo integrar o novo governo PSD-CDS liderado por Pedro Passos Coelho.
O engenheiro com uma pós-graduação em gestão (MBA) vai ser o novo secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro, com quem vai trabalhar directamente, depois de ter sido um dos principais protagonistas nas negociações com a <i>troika</i> pelo PSD e de ter ganho influência política na elaboração do programa eleitoral do partido.
Coordenador do sector económico do Gabinete de Estudos do PSD, Carlos Moedas foi cabeça-de-lista por Beja nas últimas legislativas, tendo sido eleito, passando o PSD a ter um deputado por aquele distrito pela primeira vez desde 1995.
Moedas fez ainda parte da equipa social-democrata que negociou a aprovação do Orçamento do Estado para 2011 juntamente com Eduardo Catroga e no seu percurso profissional destaque para o facto de ter integrado a equipa do banco de investimento Goldman Sachs – na mesma altura em que António Borges trabalhou na instituição -, na área de fusões e aquisições, e foi gestor de projectos para o grupo Suez, em França, entre 1993 e 1998.
Trabalhou igualmente no Eurohypo Investment Bank e dirigiu a consultora imobiliária Aguirre Newman quando regressou a Portugal, em Agosto de 2004, onde foi administrador-delegado até Novembro de 2008, altura em que criou a empresa de gestão de investimentos Crimson Investment Management.
Com 40 anos, nascido em Beja, Carlos Moedas licenciou-se em Engenharia Civil pelo Instituto Superior Técnico, em 1993, e fez um MBA pela Harvard Business School.
A sua nomeação para o governo de Passos Coelho foi revelada esta sexta-feira, 17, ao final da tarde, juntamente com todo o restante elenco misterial.
O lugar que estava destinado a Carlos Moedas na Assembleia da República será ocupado pelo número dois da candidatura e actual líder da Distrital laranja de Beja, Mário Simões.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

ULSBA participa em projecto europeu

A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) candidatou-se ao projecto europeu de facturação electrónica “European Hospitals adopting the e-invoicing Directive”, aprovado pela INEA

CIMBAL apresenta propostas para o PRR

A Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) submeteu vários contributos ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), no âmbito da consulta pública promovida ao documento.

Role para cima