Candidatura PS quer mais investimento na Educação

Candidatura PS quer mais

A candidatura do PS no distrito de Beja nas eleições legislativas tece fortes críticas ao Governo PSD/ CDS, que acusa de ter desinvestido na Educação nestes quatro anos.
Pedro do Carmo e os restantes candidatos socialistas estão esta terça-feira, 29, em campanha no concelho de Castro Verde e o dia começou com uma conferência de imprensa à porta da Escola Secundária local, que juntamente com as secundárias de Serpa e Odemira viu as obras previstas no âmbito do programa Parque Escolar adiadas pelo actual Governo.
“A Escola Secundária de Castro Verde é um exemplo do actual estado a que chegaram os equipamentos escolares do nosso distrito”, disse aos jornalistas Pedro do Carmo, acrescentando não ser possível “exigir a alunos do século XXI que aprendam em escolas sem as condições mínimas de bem-estar”.
Para Pedro do Carmo, “a Educação não é uma questão menor do Estado” e o desinvestimento do Governo no sector contribuiu, igualmente, para “o despovoamento continuado que a região vai sofrendo e que nestes quatro anos se agudizou”.
Por oposição, lembrou que os socialistas têm tido sempre na Educação uma prioridade, dando como exemplo a construção de centros escolares e escolas do primeiro ciclo na região com recurso aos fundos durante o anterior quadro comunitário de apoio, “onde o PS contemplou isso de forma expressiva e significativa”.
“O que não se passa agora, pois como se sabe este novo quadro comunitário de apoio [2014-2020] não tem as oportunidades para a construção e remodelação das escolas como uma prioridade”, disse Pedro do Carmo.
O cabeça-de-lista do PS terminou a sua intervenção mostrando-se confiante num bom resultado nas eleições de domingo, 4 de Outubro, e deixou um apelo ao voto.
“Não desperdicem o voto, usem-no de forma útil e como uma oportunidade para eleger dois deputados do PS, que faremos claramente a diferença. Teremos um capital e uma força política que trará resultados muito favoráveis ao desenvolvimento da região Baixo Alentejo”, concluiu.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima