Candidato europeu da CDU fez campanha em Beja

Candidato europeu da CDU

O candidato europeu da CDU é contra a "ditadura do euro" para acabar com a austeridade em Portugal, enquanto outros esperam que o poder “lhes caia de maduro nos braços”.
"Para além de nos libertarmos do Tratado Orçamental (TO), do peso da dívida, temos de nos libertar também da ditadura do euro porque não há fim possível para a austeridade sem acabarmos com o TO, com uma dívida insustentável e a necessidade de a renegociar, mas também sem enfrentarmos e rejeitarmos a ditadura do euro e tudo o que lhe está associado", afirmou João Ferreira esta quarta-feira, 21, num jantar-comício em Beja.
O euro-deputado considerou que "toda essa legislação visa amarrar o país a um caminho de cada vez maior dependência e subordinação das grandes potências da União Europeia".
"Esperam esses que, um destes dias, o poder lhes caia de maduro nos braços para, no essencial, irem para lá fazer a mesma coisa que este Governo tem feito. É por isso que há um outro objectivo nestas eleições. Derrotar o Governo e a CDU é a força que está em melhores condições para o conseguir, mas é preciso mais. É preciso derrotar a política do Governo, que anda, à vez, a ser seguida há pelo menos 37 anos", afirmou, apontando o dedo ao PS.
Antes do jantar-comício em Beja, João Ferreira passou por Aljustrel, onde almoçou com reformados, e por Serpa, onde faz contactos com a população [na foto].

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima