Candidato do PS em Almodôvar critica cerimónia do 25 de Abril

Candidato do PS em Almodôvar

O candidato do PS à Câmara de Almodôvar repudia tudo o que aconteceu na recente sessão de evocação do 25 de Abril promovida pela Assembleia Municipal local.
Em comunicado, António Bota frisa que a sessão acabou por não servir para evocar o “espírito de Abril”, mas sim para revelar “uma prematura campanha autárquica, com direito a vídeo dos últimos 12 anos de executivo liderado pelo actual presidente da Câmara”, António Sebastião.
“A apologia do poder autárquico, uma das maiores conquistas de Abril, tem 39 anos e não deve ser remetida para os últimos 12, como a mensagem que ali se tentou passar, traduzida na exibição deste caricato vídeo de propaganda onde foram debitadas imagens e números que nada reflectem o objectivo pretendido desta cerimónia”, diz o candidato socialista.
Bota critica igualmente o facto de, segundo afirma, a sessão da Assembleia Municipal de Almodôvar realizada na passada quarta-feira, 25 de Abril, ter servido ainda para aflorar “a guerra existente entre os denominados independentes e o actual PSD”.
“O problema foi ali trazido por alguém anunciado como sendo representante do PSD, mas que na sua intervenção mais não fez que justificar a sua opção relativa à escolha de candidatos por parte da comissão política local, não sendo manifestamente este o local e a ocasião para o fazer”, argumenta o cabeça-de-lista do PS.
Tudo isto leva António Bota a repudiar o que aconteceu na sessão, defendendo “que em política não vale tudo, existindo regras éticas que devem ser respeitadas, tanto por quem efemeramente detém o poder como por quem se encontra na oposição”.
O candidato revela também que depois da cerimónia promovida pela Assembleia Municipal, os socialistas de Almodôvar se juntaram num almoço-convívio onde participaram cerca de quatro dezenas de pessoas.
Na ocasião, António Bota salientou “o significado de Abril e a importância da mudança que todos os almodovarenses querem e desejam”, acrescentando que “em vez de dizer mal ou desvalorizar o que está feito”, o PS quer “fazer mais e melhor”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima