Campeonato distrital arranca este domingo

Campeonato distrital

Arranca este domingo, 28 de Setembro, o campeonato distrital da 1ª divisão, que promete oito meses de incerteza e emoção, com alguma polémica e muito futebol à mistura!
Uma das máximas do futebol é que os jogos (e os campeonatos) vale apenas como acabam e não como começam. Mas à partida para a nova temporada, é difícil não apontar o FC Castrense como o grande candidato a suceder ao Mineiro Aljustrelense na galeria dos campeões distritais.
Depois de na última época ter ficado muito aquém das expectativas (e fora do pódio), a equipa de Castro Verde manteve David Guerreiro no banco e reforçou-se em quantidade e qualidade, assumindo sem rodeios a ambição de subir aos nacionais.
Com o mesmo “sonho”, mas sem tamanho favoritismo, surgem Vasco da Gama da Vidigueira, Odemirense e Praia de Milfontes.
Os vidigueirenses apostaram na continuidade, desde equipa técnica liderada por José Prates ao plantel, e têm reunidas condições mais que suficientes para andar sempre na frente da prova.
O mesmo sucede com o Odemirense, onde impera muita juventude com provas dadas nos campeonatos nacionais nos escalões de formação e um treinador (Nuno Luz) que é adepto do futebol de ataque.
Por sua vez, o Praia de Milfontes também registou poucas mexidas na equipa às ordens de Rui Guerreiro que tem vindo a consolidar há já algum tempo e que tem na frente de ataque diversas opções de “luxo”.

À procura da surpresa
Sem a ambição de subir, mas a vontade de brilhar e “complicar” a vida dos candidatos, surgem as equipas do FC Serpa, Piense, Sp. Cuba, Cabeça Gorda e Almodôvar.
Esta última, de regresso ao “Distritalão” após o título de 2012-2013 e a estreia nos nacionais no passado ano, apresenta um plantel bastante renovado, mas ainda assim capaz de garantir uma temporada sem grandes sobressaltos.
Para os lados da Margem Esquerda, FC Serpa e Piense apresentam conjuntos com algumas mexidas e muita experiência, o que lhes permite antever uma época tranquila e próxima dos lugares do pódio.
O mesmo acontece com Cabeça Gorda e Sp. Cuba, onde a manutenção da “espinha dorsal” da última época e a entrada de jogadores de valia reconhecida garantem, à partida, um campeonato sem sobressaltos.

Objectivo: manutenção
Restam Guadiana de Mértola, FC São Marcos, Sabóia, Renascente de São Teotónio e Aldenovense, que terão apenas no seu horizonte o objectivo da manutenção.
Uma missão que, aparentemente, será mais complicada para o “histórico” Aldenovense, repescado à última da hora e que vai entrar no “Distritalão” com um plantel montado a pensar na 2ª divisão!
Muitas dificuldades é também o que esperam as outras duas equipas do Litoral Alentejano em prova, o estreante Sabóia e o regressado Renascente de São Teotónio, que apostaram no “mercado algarvio” para se reforçarem.
Tudo isto faz com que a maior experiência dos jogadores que compõem os plantéis de Guadiana de Mértola e FC São Marcos possa vir a revelar-se decisiva para ambos os emblemas continuarem mais um ano na 1ª divisão.

CONSULTE TODOS OS PLANTÉIS DO “DISTRITALÃO” 2014-2015

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima