Câmaras de Aljustrel e Beja com gabinetes técnicos florestais

Câmaras de Aljustrel e Beja

As câmaras de Aljustrel e de Beja já viram aprovadas as suas candidaturas ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), visando o funcionamento do respectivo Gabinete Técnico Florestal (GTF).
No caso de Aljustrel, a Câmara Municipal recebeu um total de quase 14 mil euros para o funcionamento do GTF, verba que vai permitir “o apoio, de forma integrada, à estratégia de planeamento e gestão florestal, à viabilização de modelos sustentáveis de silvicultura e de reestruturação fundiária, mas também a acções de prevenção de fogos florestais”.
“Será ainda valorizada a promoção das funções ecológicas, sociais e culturais dos espaços florestais e serão apoiadas acções específicas de investigação aplicada, de demonstração e de experimentação”, acrescenta a autarquia mineira.
O ICNF aprovou igualmente a candidatura do GTF da Câmara de Beja, que funciona “em articulação permanente” com o Serviço Municipal de Protecção Civil e tem como objectivos “a concretização das tarefas de planeamento, operacional, gestão, controlo e administrativa com vista à defesa da floresta contra incêndios”.
De acordo com a autarquia, entre as metas do GTF estão ainda o acompanhamento das políticas de fomento florestal, a promoção de políticas e de acções no âmbito do controlo e erradicação de agentes bióticos e defesa contra agentes abióticos, a elaboração e revisão do Plano Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios, ou a realização de acções de sensibilização relativas aos cuidados a ter com a floresta.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima