Câmara de Santiago do Cacém com orçamento de 31 milhões

Câmara de Santiago do Cacém

A Câmara Municipal de Santiago do Cacém, de maioria CDU, aprovou um orçamento “muito realista” para 2014, na ordem dos 31 milhões de euros, que contempla investimentos como a aquisição de equipamentos e obras nas freguesias.
No orçamento para o próximo ano, “mantém-se a grande intervenção na acção social escolar”, há "um reforço" do apoio social às famílias e um aumento da comparticipação no incentivo à economia local, não tendo sido diminuídas as verbas para as colectividades, indica fonte do Município à Agência Lusa.
Além das despesas correntes, como a iluminação pública (1,7 milhões de euros), a autarquia prevê gastar perto de 150 mil euros “em arruamentos, caminhos, vias e qualificação do espaço público em geral” nas freguesias.
Sensivelmente o mesmo valor será aplicado na recuperação da Costa de Santo André, no âmbito de um protocolo do município com a Sociedade Polis Litoral Sudoeste, enquanto quase 400 mil euros estão destinados à aquisição de duas viaturas de recolha de lixo.
De fora dos planos da Câmara de Santiago do Cacém ficam as “grandes obras, por não haver disponibilidade financeira para tal”.
O presidente da autarquia, Álvaro Beijinha, que sucedeu no cargo ao também comunista Vítor Proença, na sequência das eleições autárquicas de 29 de Setembro, considera que se trata de um orçamento “muito realista” e antevê para 2014 “um ano extremamente difícil”.
O autarca critica o “corte”, em 2014, de mais de 300 mil euros nas transferências do Orçamento do Estado para a autarquia do Litoral Alentejano, somando já uma diminuição de cerca de 6,5 milhões de euros nos últimos quatro anos.
As Grandes Opções do Plano e o orçamento para 2014 aprovados pela Câmara de Santiago do Cacém vão ser discutidos e votados na Assembleia Municipal, onde a CDU também tem maioria, no próximo dia 20 de Dezembro.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima