Câmara de Mourão contra fecho de Finanças

Câmara de Mourão

A presidente da Câmara de Mourão, Maria Clara Safara (PS), é "frontalmente contra" o possível encerramento da repartição de Finanças, considerando que a medida representa "mais um acréscimo às dificuldades financeiras que as famílias já têm".
"Com as dificuldades financeiras que as famílias estão a viver", devido à crise, o encerramento da repartição de finanças "será mais um acréscimo às dificuldades que já têm", afirma a autarca, em declarações à Agência Lusa.
Maria Clara Safara sustenta que "as pessoas têm cada vez mais cortes", que afectam as reformas e os ordenados, e que "não há muitos transportes públicos" em Mourão, pelo que, "para irem às Finanças, têm de pagar".
Referindo que "não houve, até agora, nenhuma comunicação oficial" sobre o assunto, a presidente do Município alentejano disse ter tido conhecimento da eventual medida através da comunicação social.
"Surgiu uma notícia que dava conta que no distrito de Évora iriam ficar a funcionar só três repartições (Évora, Estremoz e Montemor-o-Novo) e as restantes iriam encerrar", realça.
A autarca socialista mostra-se "frontalmente contra" o fecho das finanças de Mourão, alegando que "a população é envelhecida e não tem condições para aceder à Internet e tratar dos seus problemas".
"É uma medida drástica para o concelho, que vai levar cada vez mais à desertificação do território", alerta Maria Clara Safara, admitindo, como "último recurso, colocar funcionários da autarquia a ajudar os munícipes que têm dificuldades em aceder às novas tecnologias".
Em Outubro de 2013, o Diário de Notícias publicou um mapa sobre a alegada reorganização dos serviços de Finanças, com base em cruzamento de dados, nomeadamente do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos.
Segundo o estudo, podem vir a encerrar metade das actuais repartições, ou seja 154 serviços, sobretudo no interior do país.
No caso do distrito de Évora, apenas ficam a funcionar, se o mapa avançar, três das repartições de Finanças (Évora, Montemor-o-Novo e Estremoz), fechando as outras 11 existentes.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima