Câmara de Évora lança acção de limpeza

Câmara de Évora

A Câmara de Évora inicia esta segunda-feira, 7, uma acção de limpeza do centro histórico e de melhoria do mobiliário urbano, como forma de devolver a Évora a marca de "cidade limpa e branca".
"Évora tinha a marca de cidade limpa e branca e era vista fora da região por essas características, mas perdeu muito dessa marca e entendemos que está na altura de começar a recuperá-la", afirma o presidente do Município, Carlos Pinto de Sá.
Denominado "Évora merece! Recuperar, manter e limpar", o programa resulta de um relatório elaborado pelos serviços municipais, em que foi feito o levantamento dos cerca de seis mil elementos que existem no centro histórico, tendo sido propostas mais de 200 acções, das quais 30 são consideradas urgentes.
Foram detectados problemas de limpeza e conservação em contentores subterrâneos, placas de toponímia, sinais de trânsito, sinalização patrimonial, papeleiras, floreiras, parquímetros, pilaretes e bancos, entre outros.
Esta "avaliação, elemento a elemento da sua situação, permite fazer um diagnóstico e perspectivar o que temos de fazer para melhorar a situação" do centro histórico, assinala Carlos Pinto de Sá.
O autarca alentejano explica que o programa vai incidir, inicialmente, no "coração do centro histórico da cidade", realçando que "não é possível intervir, neste momento, em todo o concelho e em toda a cidade".
"Neste primeira fase, definimos uma prioridade, mas este é um programa que é para continuar, alargando a todo o centro histórico, à cidade e, depois, ao concelho", adianta.
O presidente da Câmara defende que é necessário "iniciar uma alteração de mentalidades para que as pessoas percebam que a limpeza da cidade também é responsabilidade sua" e apela à população para ajudar o Município nesta tarefa.
A limpeza e melhoria do centro histórico de Évora vai envolver cerca de 80 trabalhadores de várias divisões da Câmara e os trabalhos vão ser feitos com os recursos do Município.
A limpeza de algumas das principais ruas do centro histórico, de papeleiras e parquímetros e de fontes e fontanários, a desinfecção de sarjetas, a reparação e pintura das arcadas da Praça do Giraldo, a reparação de bancos e a remoção de cablagens de telecomunicações antigas são algumas das acções previstas.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima