Câmara de Castro Verde contra Orçamento do Estado

Câmara de Castro Verde

A Câmara de Castro Verde aprovou uma moção onde critica as políticas “inscritas” no Orçamento do Estado (OE) para 2014, acusando o Governo de “insensibilidade social”.
Aprovado por unanimidade na passada quarta-feira, 6, pela maioria CDU e pelos vereadores do PS, o documento “manifesta a sua total oposição às políticas inscritas no OE para 2014, aprovado pelos partidos da maioria governamental (PSD e CDS), e onde expressa a indignação da autarquia face à insensibilidade social e ao constante desrespeito que norteia a actuação do atual Governo”.
O executivo castrense afirma na moção que a proposta de OE “vem retirar aos municípios portugueses cerca de 70 milhões de euros”, prevendo “a continuação do incumprimento da Lei das Finanças Locais que, só nos últimos três anos, retirou aos cofres do Município de Castro Verde cerca de um milhão de euros”.
“Estes cortes sucessivos a que vimos assistindo, associados a um conjunto de decisões legislativas que vêm, ao longo dos últimos anos, limitando de forma inconstitucional a autonomia do poder local, vêm prejudicando de sobremaneira as populações e o particular desenvolvimento dos concelhos de interior”, vinca a moção da Câmara de Castro Verde.
O documento sublinha ainda que “a natural diminuição do investimento municipal que advém da contínua diminuição de receitas imposta pela actual política de austeridade do Governo, ao qual se adicionará a total ausência de investimento público do Poder Central no concelho de Castro Verde e a diminuição do poder de compra dos funcionários públicos vem, de forma grave trazer problemas acrescidos ao tecido sócio-económico do concelho”.
Fonte municipal adianta ao “CA” que será dado conhecimento da moção ao Presidente da República, ao primeiro-ministro, à ministra de Estado e das Finanças, aos grupos parlamentares com assento na Assembleia da República e à Assembleia Municipal de Castro Verde.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima