Câmara de Castro justifica água mais cara

Câmara de Castro justifica água mais cara

A Câmara de Castro Verde garante que o aumento registado na tarifa da água no concelho se deve a imposições legislativas e acusa o PS local de estar a fazer uma “campanha de desinformação”.
Depois das críticas levantadas no final da passada semana pelos socialistas, assentes no facto de o aumento dos preços da água no concelho estar a causar “grande e compreensível insatisfação” junto da população, o executivo liderado por Francisco Duarte veio a público explicar que tudo “decorre por força da lei de criação da ERSAR”, a entidade que regula água e esgotos em Portugal.
Em comunicado, a Câmara de Castro Verde afiança ter sido obrigada “a aplicar em parte as normativas da ERSAR, cuja aplicação na totalidade teria de corresponder no imediato a um aumento de 133% e o comprometimento do Município a que esse aumento atingisse os 163% até 2017”, assumindo igualmente que, “apesar de todas as implicações que trazem a não aplicação dos regulamentos”, irá “protelar” os aumentos exigidos “até onde for possível e na esperança que o actual Governo de António Costa efectue alterações legislativas nesta matéria”.
A autarquia acrescenta ainda que o PS de Castro Verde “votou favoravelmente, tanto na Câmara Municipal como na Assembleia Municipal, as propostas de alteração dos regulamentos municipais de Abastecimento de Água, do Serviço de Saneamento de Águas Residuais Urbanas e de Gestão de Resíduos, Limpeza e Higiene Urbana”.
Refira-se, contudo, que os Regulamentos referidos definem apenas os escalões para a cobrança da água consumida mas não estipulam os preços a cobrar. Esses estão estabelecidos numa tabela de tarifas autónoma que, segundo apurou o “CA”, a Câmara Municipal aprovou no dia 9 de Dezembro de 2015 com o voto contra do PS, que alegou tratar-se de um voto “político e de protesto”. Esta votação decorreu, aliás, antes de a Assembleia Municipal de Castro Verde dar “luz verde” aos regulamentos referidos, numa sessão que aconteceu a 17 de Dezembro.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima