Câmara de Beja com orçamento de 33,8 milhões

Câmara de Beja com

A Câmara Municipal de Beja vai contar com um orçamento de 33,8 milhões de euros em 2014, cerca de menos 800 mil euros que o valor orçamento para o presente ano.
O Orçamento e Grandes Opções do Plano (GOP) para 2014 da autarquia bejense foram aprovados esta sexta-feira, 20, com os votos favoráveis da maioria CDU e os votos contra do PS.
Após a aprovação de ambos os documentos, o vereador comunista Manuel Oliveira destacou o aumento no investimento de cerca de 20% e a redução da despesa corrente, assim como a realização de três grandes eventos em colaboração com a ACOS – Agricultores do Sul.

PS contra “sacos azuis”
O Orçamento e GOP para 2014 da Câmara de Beja apresentado pelo executivo CDU mereceu o voto contra dos vereadores do PS, que consideram que os documentos “estão muito empolados” ao nível das receitas (cerca de seis milhões de euros), além de apresentarem mais de 3,2 milhões de euros “inscritos em verdadeiros ‘sacos azuis’”.
Este montante surge “com a classificação de ‘Outros’, sem qualquer discriminação nem possibilidade de se identificarem claramente a que ações e entidades são destinados”, explicam os vereadores socialistas em comunicado.
Os eleitos do PS entendem ainda que “tendo em consideração as dívidas aos fornecedores bem como as receitas efectivas” (24 milhões de euros), o orçamento da Câmara de Beja “não deveria ultrapassar os 30 milhões, de modo a tornar possível continuar o trabalho de reequilíbrio e recuperação financeira da autarquia, iniciado no anterior mandato”.
Além do mais, continuam os socialistas, o orçamento municipal para 2014 não contempla “um aumento dos apoios às colectividades sociais, culturais e desportivas” – não cumprindo a “promessa feita pelo actual executivo CDU/PCP na campanha” –, além de não colocar como prioridades as áreas da “coesão social”, “ambiente” e “educação” e não dar continuidade aos projectos lançados no anterior mandato, casos da recuperação da pista de atletismo, da remodelação do Estádio Flávio dos Santos ou da segunda fase da requalificação do Mercado Municipal.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima