Câmara de Beja cancela mais iniciativas devido à Covid-19

Câmara de Beja cancela mais

A Câmara de Beja anunciou o cancelamento do festival “Palavras Andarilhas”, da feira “Patrimónios do Sul” e da primeira edição do “Orçamento Participativo”, por considerar não reunidas as condições para a sua realização devido à pandemia de Covid-19.
Em comunicado enviado ao “CA”, a autarquia bejense refere que apesar da situação epidemiológica do país, em particular na região, “estar a evoluir de forma positiva”, não estão “reunidas ainda as condições para realização do 16º Festival ‘Palavras Andarilhas’, agendadas para o mês de Agosto e ser desaconselhada a realização da terceira edição da feira ‘Patrimónios do Sul’, marcada para o inicio de Outubro, por ser um evento que habitualmente reúne um número muito significativo de pessoas, particularmente aglomeradas nas zonas de espectáculos e de tasquinhas”.
“Para a realização da excelente feira que tem sido concretizada nos meses de Outubro em Beja, os procedimentos no âmbito da contratação pública teriam de se iniciar neste mês o que não faremos devido à incerteza da evolução epidemiológica do Covid-19 nos meses mais próximos”, acrescenta a Câmara Municipal.
A par destes dois eventos, a Câmara de Beja decidiu igualmente adiar a estreia do “Orçamento Participativo de Beja”.
“A definição do calendário do processo participativo pelo executivo municipal coincidiu com a fase inicial da pandemia, optando o executivo por não avançar com o processo, cujo principal objectivo, para além da participação individual, através dos meios tecnológicos à disposição para o efeito, é a realização das assembleias participativas em vários locais do concelho”, argumenta a autarquia, reforçando: “Entende a Câmara Municipal de Beja que no ano de arranque do processo estas assembleias de carácter presencial seriam vitais para determinar o sucesso deste novo projecto concelhio para os anos futuros”.
Desta forma, garante a edilidade, a feira “Patrimónios do Sul” estará “de regresso em 2021” e o “’Orçamento Participativo’ fará a estreia em 2021 também”. Já as “Palavas Andarilhas”, continua, “realizando-se de dois em dois anos, regressarão ao concelho em 2022”.
No comunicado, a Câmara de Beja reitera ainda que a partir de 1 de Setembro tenciona “retomar a actividade cultural na área do concelho”, reabrindo o Teatro Pax Júlia ao público, “ficando o acesso sujeito às regras e limitações que estejam em vigor nessa data”.
Também a partir de Setembro a Biblioteca Municipal José Saramago, o Centro UNESCO e a Casa da Cultura retomarão as actividades culturais complementares ao seu regular funcionamento.

Partilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima