Câmara de Beja cancela mais iniciativas devido à Covid-19

Câmara de Beja cancela mais

A Câmara de Beja anunciou o cancelamento do festival “Palavras Andarilhas”, da feira “Patrimónios do Sul” e da primeira edição do “Orçamento Participativo”, por considerar não reunidas as condições para a sua realização devido à pandemia de Covid-19.
Em comunicado enviado ao “CA”, a autarquia bejense refere que apesar da situação epidemiológica do país, em particular na região, “estar a evoluir de forma positiva”, não estão “reunidas ainda as condições para realização do 16º Festival ‘Palavras Andarilhas’, agendadas para o mês de Agosto e ser desaconselhada a realização da terceira edição da feira ‘Patrimónios do Sul’, marcada para o inicio de Outubro, por ser um evento que habitualmente reúne um número muito significativo de pessoas, particularmente aglomeradas nas zonas de espectáculos e de tasquinhas”.
“Para a realização da excelente feira que tem sido concretizada nos meses de Outubro em Beja, os procedimentos no âmbito da contratação pública teriam de se iniciar neste mês o que não faremos devido à incerteza da evolução epidemiológica do Covid-19 nos meses mais próximos”, acrescenta a Câmara Municipal.
A par destes dois eventos, a Câmara de Beja decidiu igualmente adiar a estreia do “Orçamento Participativo de Beja”.
“A definição do calendário do processo participativo pelo executivo municipal coincidiu com a fase inicial da pandemia, optando o executivo por não avançar com o processo, cujo principal objectivo, para além da participação individual, através dos meios tecnológicos à disposição para o efeito, é a realização das assembleias participativas em vários locais do concelho”, argumenta a autarquia, reforçando: “Entende a Câmara Municipal de Beja que no ano de arranque do processo estas assembleias de carácter presencial seriam vitais para determinar o sucesso deste novo projecto concelhio para os anos futuros”.
Desta forma, garante a edilidade, a feira “Patrimónios do Sul” estará “de regresso em 2021” e o “’Orçamento Participativo’ fará a estreia em 2021 também”. Já as “Palavas Andarilhas”, continua, “realizando-se de dois em dois anos, regressarão ao concelho em 2022”.
No comunicado, a Câmara de Beja reitera ainda que a partir de 1 de Setembro tenciona “retomar a actividade cultural na área do concelho”, reabrindo o Teatro Pax Júlia ao público, “ficando o acesso sujeito às regras e limitações que estejam em vigor nessa data”.
Também a partir de Setembro a Biblioteca Municipal José Saramago, o Centro UNESCO e a Casa da Cultura retomarão as actividades culturais complementares ao seu regular funcionamento.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima