Câmara de Aljustrel regista diminuição da sua dívida

Câmara de Aljustrel regista

A Câmara de Aljustrel registou uma diminuição de 6,4% do valor do seu endividamento no final de 2019 face a 2017, ano em que o executivo socialista liderado por Nelson Brito iniciou o actual mandato. Os números constam da prestação de contas da autarquia relativa ao último ano, aprovada nesta quarta-feira, 17, em reunião de Câmara.
Em comunicado enviado ao “CA”, a autarquia refere que em 2017 o valor da dívida da Câmara de Aljustrel “era de 7.729.561 euros, passando, em 2019, para 7.235.092 euros”. “Valor, este, que se tem vindo a conseguir alcançar fruto de uma gestão criteriosa, mas sem descurar os investimentos em todo o concelho, bem como a atribuição de apoios sociais e a captação de novos investimentos para o território”, vinca.
No comunicado, a Câmara de Aljustrel realça o facto de ter vindo “a conseguir utilizar os fundos comunitários da melhor forma, colocando-os ao serviço do concelho, com obras e projectos inovadores, e, neste sentido, para além de não aumentar a sua capacidade de endividamento, ainda a tem conseguido diminuir”.
A autarquia recorda que é aquela que “tem a maior taxa de execução do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), no âmbito do Portugal 2020, do país”, liderando também “a nível regional no Alentejo 2020 no conjunto dos municípios que abrange, designadamente nos centros urbanos estruturantes”.
No comunicado, a Câmara de Aljustrel garante igualmente que, com estes valores e “caso seja necessário”, apresenta “uma boa situação financeira junto da banca, o que dá garantias e permite acautelar o futuro”.
“A Câmara Municipal de Aljustrel entende que a redução da dívida permite continuar a investir no desenvolvimento do concelho e na melhoria da qualidade de vida. E mantém o compromisso de gerir de forma criteriosa e rigorosa os dinheiros públicos, mantendo equilibrada a situação financeira da autarquia”, conclui o comunicado da autarquia mineira.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima