Cadáveres de ovinos descobertos em Aljustrel

Cadáveres de ovinos

A GNR de Aljustrel detectou no final da passada semana um total de 20 cadáveres de ovinos abandonados numa exploração pecuária na freguesia de Aljustrel e Rio de Moinhos.
A descoberta foi feita por militares do Núcleo de Protecção Ambiental da GNR de Aljustrel durante uma acção de fiscalização conjunta com o veterinário municipal à referida exploração pecuária.
Fonte da Guarda adianta ao “CA” que no local foi detectado “o abandono de 20 cadáveres de ovinos, por falta de tratamento e prestação de cuidados veterinários”.
“O proprietário/ detentor ainda não tinha procedido à comunicação para recolha dos cadáveres através de comunicação para o Sistema de Recolha de Cadáveres de Animais
Mortos (SIRCA), na exploração, procedimento a que está obrigado a fazer num prazo máximo de 12 horas após a morte dos animais”, adianta a mesma fonte, referindo que “foi elaborado um auto de notícia por contra-ordenação por abandono de cadáveres na exploração e bem-estar animal”.
Já na quinta-feira, 20, o Núcleo de Protecção Ambiental da GNR de Aljustrel tinha apreendido em Aldeia de Palheiros (Ourique) 20 ovinos por falta de marcação/ identificação de ovinos.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima