Bombeiros de Aljustrel esperam eleições há 20 meses

Bombeiros de Aljustrel

Setembro é o mês da esperança para a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Aljustrel, que desde Novembro de 2013 tem a sua direcção demissionária.
Durante estes longos 20 meses nunca foi possível encontrar uma alternativa directiva nas várias assembleias gerais realizadas, a última das quais no passado dia 20 de Julho, mas agora há a expectativa de já em Setembro surgir um grupo sócios disposto a assumir a gestão da associação.
“Quando realizarmos uma nova assembleia geral, é nossa intenção que já tenhamos estabelecido contactos com o grupo de sócios que quer compor os órgãos sociais da associação. Neste mês de Agosto é difícil, mas penso que durante Setembro será possível arranjar uma direcção” para os Bombeiros de Aljustrel, adianta ao “CA” Fernando Colaço, que fazia parte da direcção demissionária e que tem vindo a assumir a gestão da associação desde a saída do presidente Luís Bartolomeu, por razões de saúde.
Este responsável reconhece que toda esta situação tem sido “complicada” para o dia-a-dia dos Bombeiros de Aljustrel, uma vez que não é possível “fazer nada além de uma gestão corrente”.
“Ao fim de quase dois anos isto começa a fazer mossa”, acrescenta Fernando Colaço, garantindo que ainda assim tem sido possível manter a associação a navegar em águas tranquilas, pese existirem “incumprimentos com alguns fornecedores”.
Para Fernando Colaço, a situação dos Bombeiros Voluntários de Aljustrel e de muitas outras colectividades espalhadas pelo país são “o reflexo” da sociedade actual, onde o associativismo vive dias de grande crise.
Daí ter poucas dúvidas sobre o caminho que instituições do género devem seguir.
“Como é que podemos ter 20 e tal profissionais e isto ser gerido por amadores e por pessoas que vão poucas vezes à associação? Começa a ser necessário ter ali uma pessoa permanentemente. Penso que no futuro a solução vai passar por aí”, conclui.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima