Bispo de Beja lamenta falta de orações a pedir chuva no Baixo Alentejo

Bispo de Beja lamenta falta de orações a pedir chuva no Baixo Alentejo

O bispo de Beja lamentou esta segunda-feira, 12, a aparente falta de orações dos crentes para pedir chuva a Deus, devido à seca, referindo que "a maioria" da população só acredita "na previdência de Bruxelas".
"Noutros tempos já se teriam levantado súplicas ao céu a implorar a graça da chuva", mas "parece que os crentes não se fazem ouvir e a maioria da população não acredita na providência divina, mas somente na previdência de Bruxelas", refere António Vitalino Dantas.
Segundo o bispo, "há muitas semanas que a terra não recebe umas pingas de chuva", os campos "estão secos" e o gado "tem de ser alimentado com rações", o que "torna a produção agrícola difícil para a maioria dos agricultores".
Por isso, "já se ouvem pedidos de subsídios da política agrícola europeia" e a ministra da Agricultura "já formulou o pedido" de ajuda à Comissão Europeia, "segundo alguns um pouco tarde", refere António Vitalino Dantas, desejando que "a seca não seja tão prolongada e calcinante como em 2005".
No entanto, lamenta, "as recomendações de Jesus no Evangelho e de Nossa Senhora aos ‘pastorinhos’ de Fátima, pedindo oração e sacrifícios pela conversão dos pecadores e pela paz no mundo, não encontram eco nos nossos ouvidos".

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima