Beja: Tribunal suspende trabalhos agrícolas

Beja: Tribunal suspende

O Tribunal de Beja deferiu a providência cautelar apresentada pelo Ministério Público (MP) que impede uma empresa agrícola de continuar trabalhos em terrenos rústicos na freguesia de Trigaches e São Brissos, no concelho de Beja.
De acordo com o MP, a providência cautelar foi apresentada contra uma sociedade agrícola, “pedindo que fosse condenada a abster-se de iniciar o uso de máquinas agrícolas e industriais na movimentação de terrenos, sem prévia autorização e acompanhamento”.
O MP adianta que em causa está o facto de no prédio rústico em questão estarem “identificados sítios arqueológicos classificados no Plano Director Municipal e no inventário do património arqueológico do concelho”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima