Barragem de Veiros vai permitir regadio em 2015

Barragem de Veiros vai

A obra da segunda fase da Barragem de Veiros, no concelho de Estremoz, deverá ficar concluída no final de 2015, permitindo o início do regadio, revela à Agência Lusa o presidente do Município, Luís Mourinha.
De acordo com o autarca, o projecto do empreendimento hidroagrícola é da responsabilidade do Ministério da Agricultura, mas a Câmara de Estremoz tem vindo a acompanhar os trabalhos por se tratar de uma "obra emblemática" e de "importância estratégica" para o concelho.
Luís Mourinha realça que a Barragem de Veiros vai possibilitar a criação de um perímetro de rega, permitir reforçar o abastecimento público de água e criar condições para a utilização turística e recreativa da albufeira.
Já referenciada num plano desenvolvido nos anos 50 do século XX, a construção da barragem, segundo o Ministério da Agricultura, decorre da necessidade de contrariar as adversas condições climáticas que tornam aquela região carenciada de recursos hídricos.
A albufeira da barragem de Veiros vai permitir o armazenamento de água para futura utilização no regadio de uma área de 1114 hectares de solos, localizados na freguesia de Veiros e no concelho de Monforte, actualmente objecto de uma agricultura marcadamente de sequeiro.
A obra, considerada uma "velha aspiração" da população local, representa o maior investimento efectuado naquela freguesia do concelho de Estremoz, com comparticipação de fundos da União Europeia.
O plano de rega da Barragem de Veiros prevê beneficiar cerca de 60 agricultores dos concelhos de Estremoz, no distrito de Évora, e de Monforte, no distrito de Portalegre.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima