Autárquicas 2021. Paulo Arsénio diz que PS atingiu “três dos quatros” objetivos fixados em Beja

O reeleito presidente da Câmara de Beja, o socialista Paulo Arsénio, considera que a candidatura do PS no concelho atingiu “três dos quatro objetivos” que tinha fixado para as eleições autárquicas do passado domingo, 26, só falhando a eleição do quarto vereador.

Os socialistas venceram as eleições em Beja, com 39,14%, e Paulo Arsénio vai liderar um executivo com três vereadores do PS, outros três da CDU e um da coligação “Beja Consegue”, que junta PSD, CDS-PP, PPM, Iniciativa Liberal e Aliança.

A par disso, o PS também ultrapassou pela primeira vez a CDU em número de juntas de freguesia e garantiu o maior grupo de deputados na Assembleia Municipal.

“Mesmo recuando percentualmente o sentido de voto do povo foi inequívoco: mais de 39% do eleitorado expressou-se no sentido da continuidade do caminho que iniciámos em 2017”, destaca Paulo Arsénio, garantindo que vai estar à frente da Câmara Municipal até 2025 “com a postura que já conhecem: frontalidade, sinceridade e verdade”.

O autarca destaca ainda o facto de ser o primeiro presidente da Câmara de Beja a ser reeleito desde 2001, altura em que Carreira Marques (CDU) voltou a vencer as eleições.

“Foi preciso esperar 20 anos para que [uma reeleição] voltasse a acontecer no concelho”, conclui Paulo Arsénio.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima