Autarcas preocupados com despedimentos em Neves-Corvo

Autarcas preocupados com

O despedimento de cerca de 130 trabalhadores da EPOS na mina de Neves-Corvo é o motivo que esta semana vai fazer sentar à mesma mesa os autarcas do Campo Branco.
Segundo apurou o “CA” a reunião deve decorrer esta semana em Castro Verde, com a presença dos presidentes das câmaras de Aljustrel, Almodôvar, Castro Verde, Mértola e Ourique, os cinco concelhos do Campo Branco e aqueles que mais directamente estão ligados à actividade mineira em Neves-Corvo.
A iniciativa partiu do autarca de Aljustrel, Nelson Brito, que em declarações à Rádio Castrense (Castro Verde) revelou que a autarquia mineira está atenta à situação dos trabalhadores despedidos pela EPOS e disponível para, em conjunto com o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira (STIM), encontrar uma solução para o problema.
Igualmente apreensivo está o presidente da Câmara de Castro Verde, Francisco Duarte, que também em declarações à Rádio Castrense disse que esta situação é “preocupante” para o concelho e para as pessoas afectadas.
A Empresa Portuguesa de Obras Subterrâneos começou no passado dia 11 de Outubro a dispensar parte do pessoal que tem a trabalhar na mina de Neves-Corvo.
De acordo com as informações avançadas pelo STIM, já saíram da empresa cerca de 130 pessoas, número que pode chegar às duas centenas em breve.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima