ASAE suspende actividade de fábrica de enchidos em Almodôvar

Chouriços

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) suspendeu a actividade de uma unidade de fabrico de enchidos em Almodôvar, depois de ter detectado a presença da bactéria Listéria monocytogenes num chouriço de sangue.

Em comunicado, a ASAE explica que a suspensão da actividade da fábrica ocorreu no âmbito de uma acção de fiscalização realizada no local pela sua Unidade Regional do Sul, no sentido de verificar o cumprimento das condições higio-sanitárias e técnico-funcionais de laboração.

“Durante a operação, foi encontrado um boletim analítico que confirmava a presença da bactéria Listéria monocytogenes numa amostra de enchidos (num chouriço de sangue)”, revela a ASAE, acrescentando que esta documentação revelou “incumprimento dos critérios microbiológicos aplicáveis aos géneros alimentícios”.

Nesse sentido, “e perante a falta de evidência de qualquer medida correctiva por parte do operador económico, foi determinada a suspensão da actividade da unidade de fabrico face à potencial contaminação das superfícies de trabalho e equipamentos”.

Foram, ainda, apreendidos 360 quilos de enchidos, no valor de 6.120,00”, acrescenta a ASAE, adiantando que na sequência desta acção “foi determinada a abertura de processo de inquérito por indícios de infracção de natureza criminal no que concerne à genuinidade, qualidade ou composição de géneros alimentícios e género alimentício anormal avariado”.

A ASAE revela ainda que, “cumulativamente, foram detectadas infracções de natureza contra-ordenacional por deficiente implementação do sistema de Análise de Perigos e Controlo de Pontos Críticos (HACCP) e por incumprimento de regras aplicáveis em matéria de higiene”.

Opinião

Carlos Pinto

13 de Maio, 2022

Serviço público ou nem por isso…

Napoleão Mira

13 de Maio, 2022

Viagem ao Japão (4)

Vitor Encarnação

29 de Abril, 2022

Máscaras

Carlos Pinto

29 de Abril, 2022

Verdes eram os nossos campos

Margarida Duarte Patriarca

28 de Abril, 2022

O lado errado da história

Carlos Pinto

14 de Abril, 2022

“Autoestradas” digitais. Onde?

Anterior
Seguinte

EM DESTAQUE

ULTIMA HORA

Role para cima